Eyshila

A cantora Eyshila nasceu em Fortaleza num lar cristão. E aquela frase que diz: 'talento vem de berço', se aplica perfeitamente em sua vida. Com as influências do pai evangelista e da mãe cantora, Eyshila uniu a palavra de Deus à música, foi ungida por Deus e abraçou o ministério de louvor. Hoje, figura como uma das mais importantes cantoras gospel, com sete CDs solos gravados sendo seis pela MK Music - e outros com o grupo Voices, em quase 11 anos de ministério. O primeiro pela MK, de 1997, foi Tira-me do Vale; em 1999, chegou o álbum Mais Doce que o Mel; dois anos depois, a cantora gravou Deus Proverá. Na Casa de Deus, lançado em 2003, rendeu-lhe seu primeiro Disco de Ouro, pelas mais de 100 mil cópias vendidas. Em 2005, lançou o álbum Terremoto, que foi indicado ao Grammy Latino 2005, na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa e recebeu Disco de Platina. Também foi em 2005 que cantora gravou seu primeiro DVD ao vivo: 10 Anos Collection, lançado em 2006, também com versão em CD. Seu mais recente álbum, Até Tocar O Céu, foi lançado em janeiro de 2007 e consolida esse ministério abençoado e repleto de testemunhos.

Eyshila começou a cantar bem pequenininha, nos cultos domésticos que seus pais realizavam. Depois ingressou em corais infantis e passou a se apresentar em igrejas. Aos nove anos já estudava piano, mas teve de abandonar. 'Não tinha condições de comprar um piano para treinar em casa, então resolvi estudar violão', conta. Na sua inicialização musical, Eyshila teve duas pessoas de grande influência: o irmão Rael e a irmã Marta. Os dois eram regentes do coral formado por mais de 100 crianças, do qual a cantora participou como solista e organista. Mas não foi apenas para cantar e interpretar que a cantora foi ungida. Como compositora tem se destacado cada vez mais, compartilhando lindas canções com outros adoradores como Fernanda Brum, Cassiane, Marina de Oliveira, Liz Lanne, Jozyanne, Marquinhos Menezes e Lilian, Bruna Karla, Melosweet.

A cada passo Deus só fazia confirmar sua vontade para a vida de Eyshila. Tanto que aos 15 anos(já morando no Rio de Janeiro, para onde se mudou ainda criança) foi convidada a fazer parte do grupo Altos Louvores, do qual participou por sete anos. 'Fiz parte de quase todas as gerações do Altos Louvores, onde tive o privilégio de cantar com Sérgio Lopes, Diógenes Marques (que já descansa no Senhor), Léa Mendonça, Marquinhos Gomes, Jeferson Monteiro e muito outros. Fico feliz por ter feito parte da história do grupo e por tê-lo como parte da minha vida', conta. Daí para o ministério solo foi um pulinho... 'Eu nuca tive pretensão alguma de gravar. Para ser sincera, sempre fui muito tímida e tremia só de pensar em cantar para muita gente. Essa barreira já venci durante os anos que passei nos Altos Louvores. Sei que quando estamos nocentro da vontade de Deus as coisas fluem', explica.

A cantora Eyshila - que é soprano e tem uma ótima extensão vocal - segue uma tendência pop, apesar da forte raiz pentecostal (é membro da Assembléia de Deus da Penha/RJ). Tanto que a primeira canção sua a se destacar foi 'Tira-me do Vale', uma balada com letra reflexiva. Mas o que move essa jovem intérprete não é a variedade de ritmos que ela poderia (e pode) perfeitamente entoar, mas sim a direção de Deus e seu imenso desejo de louvá-Lo. 'Amo todos os ritmos, porque creio que todos nasceram no céu. Não tenho preconceito. Desde que a canção me abençoe e me leve a adorar, ela pode ser de qualquer ritmo ou estilo. Por muito tempo o Povo de Deus abriu mão do seu direito de usar uma variedade de ritmos para adorar ao Senhor. Quando dizemos que algum ritmo é do diabo estamos nos privando do que o Senhor criou para a Sua adoração. Graças a Deus que acordamos a tempo e estamos tomando de volta o que é nosso', afirma categórica.

Os CDs seguintes vieram com a mesma tendência, acompanhada de uma crescente maturidade da cantora, que também passou a gravar composições suas. Na Casa de Deus inovou com faixas ao vivo gravadas na igreja em que Eyshila congrega com sua família e a consagrou não só como intérprete, mas, também, como uma grande compositora. Depois veio Terremoto - Ao Vivo, com produção de Emerson Pinheiro e Rogério Vieira, que rompeu as fronteiras com letras bíblicas (claro), mas imprimindo estilo de adoração pop e sonoridade contemporânea. Pela primeira vez, ela gravou uma música com seus filhos e viveu a experiência de ministrar a sua igreja uma palavra poderosa durante a gravação deste trabalho, que foi indicado ao Grammy Latino 2005.

Já Eyshila Collection - 10 anos (em DVD e CD) foi gravado ao vivo na RioSampa (Nova Iguaçu/RJ), teve com produção musical do competente Rogério Vieira (que vem acompanhando a cantora desde Na Casa de Deus) e direção artística de Marina de Oliveira. No repertório, canções que marcaram seus 10 anos de ministério solo, com novos arranjos. O projeto contou ainda com participação especial do conceituado saxofonista Josué Lopes, na música 'Vou Glorificar'; da cantora Fernanda Brum, que divide os vocais com a amiga na versão 'voz e violão' de 'Vem Encher-me'; do compositor Klênio, no trecho de rap inserido em 'O Senhor É Bom'; e de
Willian Nascimento, em 'Muito Amado'.

Até Tocar o Céu abriu muito bem 2007. A canção que dá nome ao trabalho ganhou as rádios do país e tem abençoado muitas vidas. Esse novo trabalho, segundo testemunho da própria cantora, é retrato fiel de momentos que têm vivido com Deus nos últimos dois anos (tempo em que levou compondo e produzindo o álbum). Praticamente, todas as canções foram 'dadas' por Deus à cantora na cidade de Araruama (RJ) - que também foi cenário para a gravação do clipe. 'Deus plantou em mim a semente dos que buscam coisas inatingíveis e, por isso, eu me atrevo a esticar o meu braço até o inalcançável e tocar o coração do meu Senhor. Se Abraão, Isaque, Jacó, Noé, Ester, Ruth, Davi, Elias, Elizeu e tantos outros conseguiram, eu e você também conseguiremos. Deus se fez homem para tornar isso possível. Tudo o que Ele procura são homens e mulheres com o coração quebrantado e a mão estendida até o Seu trono, até o Seu coração, até tocar o céu', afirma a mãe de Mateus e Lucas, e esposa de Odilon.

 

Álbuns do Artista

Sonhos Não Tem Fim


Nada Pode Calar Um Adorador


Hasta Tocar El Cielo


Até Tocar o Céu


Collection Ao Vivo 10 Anos


Terremoto


Na Casa de Deus


Deus Proverá


Mais Doce Que o Mel


Tira-me do Vale

Agenda do Mês
Nenhum evento encontrado!